NEW COUNTRIES IN THE WORLD

OS PAÍSES MAIS JOVENS DO MUNDO


Crise econômica, diferenças culturais, idiomáticas, anseio por expansão territorial e o maior de todos os motivos, a política, são fatores dos mais relevantes no momento de separação de uma nação e consequentemente à formação de uma nova. Esse cenário, por incrível que pareça é muito comum, para se ter uma ideia, no ano de 1900 o mundo contava com apenas 110 países, lugares como, Império Britânico, Dinastia Qing, Pérsia, Sião e Cochinchina, eram países, hoje a lista passa de 200 e está longe de acabar, em qualquer lugar do globo, sempre existiram conflitos ou ideais separatistas. 

Abaixo, listado os novos países, ordenados por suas respectivas datas de criação. 


SUDÃO DO SUL - 9 de Julho de 2011


O novo país africano se declarou independente do Sudão em 2011, os dois países ainda não tem um acordo sobre a província de Abyei.




KOSOVO - 17 de fevereiro de 2008


O Kosovo declarou unilateralmente sua independência em 2008 e desde então foi já reconhecido por 85 Estados-membros da ONU e pela República da China. O Cosovo está formalmente sob administração da Missão de Administração Interina das Nações Unidas. A Sérvia continua a manter a sua reivindicação sobre o novo país. Outros Estados-membros da ONU e outros Estados continuam a reconhecer a soberania sérvia ou não tomaram qualquer posição. O Kosovo é membro do FMI e do Banco Mundial.

SÉRVIA/ MONTENEGRO - 8 de junho de 2006


Sérvia e Montenegro
Esse país europeu viveu apenas 3 anos, foi o último vestígio da antiga Iugoslávia, após referendo, Montenegro se separou da Sérvia, deixando de ser Sérvia e Montenegro e formando assim dois estados independentes.



TIMOR LESTE - 20 de maio de 2002


Esse país falante do idioma português, foi separado da Indonésia após diversas manifestações, o país passou por diversos anos de massacre promovido pelos indonésios. Em 1999, a ONU criou uma força internacional para intervir no território afim de ajudá-los no processo de independência.

REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DO CONGO - 17 DE MAIO DE 1997


República D. Congo
Zaire

Zaire, entre 1971 e 1997, assim era chamada a atual República Democrática do Congo. Curiosamente o ditador que se chamava Joseph-Desiré Mobutu, se auto-batizou como, Mobutu Sese Seko Nkuku Ngbendu wa Za Banga, que em português significa, O Todo Poderoso Guerreiro que, Por Sua Força e Inabalável Vontade de Vencer, Vai de Conquista em Conquista, Deixando Fogo em Seu Rastro.

PALAU - 1° de outubro de 1994


Se tornou independente dos Estados Unidos, mas antes disso foram dominados pelos japoneses em 1914, depois de sua (Japão) derrota pela Segunda Guerra Mundial, passou a ser administrada pelos EUA, atualmente é considerado independente, porém existe um acordo que dá controle de 51% de suas terras aos Estados Unidos em caso de emergência nacional.

ERITREIA - 24 de maio de 1993


Após um referendo supervisionado pela ONU, na Eritreia, no qual a população da Eritreia votou pela independência da Etiópia, vencendo por uma grande maioria, fez com que a Eritreia declarasse oficialmente sua independência e ganhasse reconhecimento absoluto internacional em 24 de maio de 1993.

REPÚBLICA TCHECA/ ESLOVÁQUIA - 1° janeiro de 1993


No ano de 1993 a Checoslováquia se separou de forma pacífica, criando dois novos países, a República Tcheca e a Eslováquia.





BÓSNIA E HERZEGOVINA - 6 de abril de 1992


A Bósnia e Herzegovina se tornou independente no ano de 1992, logo após ser proclamada a independência, eclodiu uma guerra civil, resultando num genocídio que causou a morte de aproximadamente 200 mil pessoas. Essa guerra foi causada por uma combinação complexa de fatores políticos e religiosos: o fervor nacionalista, crises políticas, sociais e de segurança que se seguiu ao fim da Guerra Fria e a queda do comunismo na antiga Iugoslávia. Consequentemente, essa foi a guerra mais loga e sangrenta da Europa, depois da Segunda Guerra Mundial.

CROÁCIA - 15 de janeiro de 1992


Em um plebiscito realizado em 1991, o voto a favor da separação da Croácia conquistou a aprovação da maioria, porém a Sérvia invadiu o estado com seu exército, em favor da minoria sérvia, para garantir a paz, a ONU se viu obrigada a fazer uma intervenção militar, que garantiu a independência logo em 1992.

ESLOVÊNIA - 15 de janeiro de 1992


Decidiu se separar da Iugoslávia em 1990, em 1991 foi declarada independente pela União Européia, em 1992 se tornou oficialmente independente.



UCRÂNIA - 26 de dezembro de 1991


Em uma crise vivida pelo socialismo, a Ucrânia se separou da União Soviética em 1991, assim como todos os outros países integrantes. Em um boicote perdeu recentemente seu território da Crimeia para a Rússia (o território pertencia a Rússia, em 1954 passou a ser território ucraniano), a população da Crimeia em sua maioria era a favor da unificação com a Rússia.

ARMÊNIA, BIELORRÚSSIA, GEÓRGIA, CAZAQUISTÃO, QUIRGUISTÃO, MOLDÁVIA, RUSSIA, TADJIQUISTÃO, UZBEQUISTÃO - 25 de dezembro de 1991

TURCOMENISTÃO - 8 de dezembro de 1991

AZERBAIJÃO - 18 de outubro de 1991

MACEDÔNIA - 8 de setembro de 1991


Após um referendo, se separou da Iugoslávia, se tornando um país independente. A Grécia rejeitou a criação do país usando o nome Macedônia, já que contava com uma região do mesmo nome, além do nome fazer parte da cultura do país, foi adotado então, o nome provisório de "Antiga República Jugoslava da Macedônia", até ingressar nas Nações Unidas em 1993.


EXISTE, MAS NÃO EXISTE


Por incrível que pareça, existem países que não existem, o exemplo mais clássico é o da República Popular da China contra a República da China. Em 1949, o nacionalista Chiang Kaishek perdeu para o comunista Mao Tsé-tung a Guerra Civil Chinesa. Com isso, o governo chinês deposto se refugiou na ilha de Taiwan, enquanto Mao ganhou Pequim. Só que desde a fundação da ONU o assento chinês era do governo refugiado em Taiwan. Então, embora a ilha tivesse apenas uma fração da população chinesa, permaneceu como a verdadeira China até 1971, quando a ONU concedeu a cadeira ao governo de Pequim. Hoje Taiwan tem 23 milhões de habitantes, um PIB per capita igual ao da Alemanha e o 18º maior orçamento militar do mundo - mas continua não reconhecida, nem mesmo pelos parceiros comerciais. Oficialmente não é um país.

Algo ainda mais impressionante acontece na Somália. Desde 1991 o país não tem um governo capaz de controlar seu território, e grande parte do sul está nas mãos de uma milícia ligada à Al Qaeda. Enquanto isso, no noroeste do país fica a Somalilândia - um país com governo central operante e moeda própria. A Somália, que não consegue governar seu próprio território, tem um assento na ONU. A Somalilândia não. 




Impérios coloniais, a partir de 1942.

Clique Aqui, para descobrir quantos países existem no mundo. Fontes:
http://super.abril.com.br/cotidiano/afinal-pais-641013.shtml
http://exame.abril.com.br/mundo/noticias/5-novos-paises-que-podem-surgir-nos-proximos-meses
http://super.abril.com.br/blogs/superlistas/os-10-paises-mais-novos-do-mundo/
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_mudan%C3%A7as_no_mapa-m%C3%BAndi
http://pt.wikipedia.org/wiki/Lista_de_Estados_soberanos

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário