10 IDIOMAS QUE VOCÊ TALVEZ NÃO CONHEÇA

10 IDIOMAS QUE VOCÊ TALVEZ NÃO CONHEÇA



Quantas línguas você acha que existem? Duvido que acerte: especialistas listam cerca de 7.000 línguas no mundo todo, embora este número não seja definitivo, porque muitas vezes é difícil diferenciar uma língua de um dialeto. Mesmo assim, são muitas, não? Só que, tristemente, uma língua se torna extinta aproximadamente a cada duas semanas. Conheça 10 idiomas que são (ou eram) importantes, mas não são muito conhecidos:

1 – Chamicuro

Essa língua é tão rara que tem apenas oito falantes nativos vivos hoje. É uma língua oficial no Peru (onde restam apenas 10 a 20 pessoas chamicuro). Os falantes da linguagem são adultos. Seus filhos já falam apenas espanhol. Apesar disso, há um dicionário do idioma. Ainda assim, há pouca esperança de que a língua sobreviva no futuro.

2 – Basco
















Falado ao longo da fronteira entre França e Espanha por mais de 600.000 pessoas, o basco é intrigante para os linguistas, porque é uma língua isolada (ou seja, parece não ter “parentes” vivos) cercada por idiomas indo-europeus. Alguns concluem que a língua é sobrevivente de uma família de língua quase extinta, nativa da área antes das línguas indo-europeias serem transportadas para lá. O sistema escrito do basco é baseado no latim.

3 – Frisão



O inglês é parte do ramo germânico da família indo-europeia. Muitas pessoas acreditam, então, que o alemão é a língua mais próxima do inglês. Mas não é. O parente vivo mais próximo do idioma inglês é o frisão. Ambas são línguas germânicas ocidentais (como o iídiche e o alemão padrão). Falantes de frisão são os holandeses que vivem na Holanda e Alemanha. Enquanto mutuamente ininteligíveis, amostras de texto em frisão mostram que os idiomas são de fato muito parecidos, tanto escritos quanto falados.

4 – Línguas Miao


O povo Miao é um grupo étnico minoritário na China, que fala uma variedade de idiomas conhecidos como línguas Miao, ou línguas Hmongic. As línguas Hmongic são do ramo Hmongic da família de línguas Hmong-mien. Essas línguas são completamente diferentes das outras línguas chinesas, como o cantonês e o mandarim. Talvez o aspecto mais intrigante seja seus sistemas de escrita. Por exemplo, tradicionalmente representado por caracteres diferentes do sistema de escrita chinesa, o sistema da foto acima foi feito especificamente para as línguas Miao, vagamente baseado no alfabeto latino. Hoje, a maioria dos falantes Miao escreve usando o alfabeto latino padrão.

5 – Faroese

Uma língua germânica do norte (Escandinávia) intimamente relacionada com o islandês, o Faroese é falado pelo povo das ilhas Faroé (Dinamarca). As Ilhas Faroé e a Islândia são os únicos dois membros do ramo ocidental escandinavo da filial norte-germânica do ramo germânico da família indo-europeia (entendeu? Não? É mais ou menos assim: Família Indo-Europeia> Germânica> Norte Germânica> Escandinava ocidental> Islandesa> Faroese).
Curiosamente, apesar das Ilhas Faroé serem regidas pela Dinamarca, o dinamarquês é um membro do ramo oriental escandinavo, sendo mais intimamente relacionado com o sueco. Além disso, o islandês e o Faroese não são mutuamente inteligíveis, mas são muito semelhantes. Em comparação, o Faroese só tem cerca de 45.000 falantes, e o islandês mais de 230.000. Ambas as línguas são conhecidas por serem muito conservadoras, e há quem diga que os falantes das duas línguas podem facilmente ler documentos antigos nórdicos.

6 – Sarsi
Também conhecida como Sarcee, esta língua é falada pela tribo Tsuu T’ina. Embora as pessoas Tsuu T’ina vivam no sul do Canadá, a linguagem Sarsi é de fato relacionada com a língua Navajo falada por nativos americanos. Ambas as linguagens são do ramo da família Athabaskan – o Sarsi pertence à filial canadense (Athabaskan se divide em diversos ramos). Sarsi só tem 50 falantes, o que significa que morrerá em breve. A maioria são velhos e poucas crianças a usam como sua primeira língua. Nenhum sistema de escrita é mencionado nesse idioma, o que é consistente com o fato de que a cultura aborígine é transmitida por via oral e não escrita.

7 – Tok Pisin


Apesar de seu pequeno tamanho, as ilhas que compõem a Papua Nova Guiné são muito densas linguisticamente falando, com mais de 800 línguas faladas, tornando-a o lugar com maior diversidade linguística no mundo. Dessas línguas, apenas três são reconhecidas como línguas oficiais do Estado. O Tok Pisin, baseado no inglês, é a principal delas. Um aspecto particularmente interessante da língua é o conjunto diversificado de pronomes pessoais, muito complexo. Enquanto muitas línguas diferenciam apenas entre 1ª, 2ª e 3ª pessoas em singular ou plural, Tok Pisin tem as categorias de primeira pessoa exclusiva, primeira pessoa inclusiva, 2ª e 3ª pessoa expressa como singular, dupla, tripla ou plural. Primeira pessoa exclusiva dupla é “mitupela” (essa pessoa e eu), a primeira pessoa inclusiva tripla é “yumitripela” (tanto vocês como eu), a segunda pessoa do singular é “yu” (você), a terceira pessoa no plural é “ol” (aqueles quatro, cinco, etc), e assim por diante.

8 – Gótico

A maioria das pessoas conhece o gótico como estilo de roupa ou arquitetura. Porém, a linguagem gótica foi uma das línguas do ramo germânico leste da família indo-europeia. Não só a língua gótica está agora extinta, mas o ramo germânico leste inteiro já se foi também, incluindo as línguas exóticas Borgonha e Vândala. O gótico teve seu próprio sistema de escrita, que se parecia com uma combinação de letras gregas e latinas. É a mais antiga língua germânica que tem registros escritos suficientes para ser atestada com precisão, com a Bíblia sendo traduzida para o gótico no século 6.

9 – Shona

A família de línguas do Níger-Congo contém mais línguas do que qualquer outra família, com cerca de 1.500. A maior parte destas línguas está concentrada no ramo Volta-Congo, destas metade no ramo Narrow Bantu. Um número tão grande de línguas concentradas em uma área tão pequena levou muitos linguistas a acreditar que este é o lugar onde a linguagem humana se originou, e o tempo permitiu que as línguas se espalhassem e mudassem em áreas isoladas.
A maioria das pessoas já ouviu falar do suaíli, que é a língua com o maior número de falantes no ramo Narrow Bantu (e de fato a língua mais falada na família Níger-Congo), mas a maioria dos falantes de suaíli a usa como segunda língua. Shona é a língua do ramo com mais falantes nativos, cerca de 11 milhões.

10 – Britânico

Não estamos falando sobre a variedade do inglês falada por pessoas que vivem na Grã-Bretanha hoje, mas sim a língua celta falada pelo povo Britânico (Brythonic), que viveu na Grã-Bretanha antes da chegada dos anglo-saxões. Após a chegada dos povos mencionados, a língua inglesa começou a se fragmentar para as línguas dos galeses, bretões, etc. Uma frase de exemplo é “Adixoui Deuina Deieda Andagin Uindiorix cuamenai”, que significa “Que eu, para Windiorix/em Cuamena derrote a mulher que não vale nada, oh divina Deieda”.


Fonte:
http://revoada.net/
http://listverse.com/2012/07/17/10-languages-you-probably-havent-heard-of/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+TheListUniverse+%28Listverse%29&utm_content=Google+Reader
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário