CHILE 360°

PRIMEIRO ENCONTRO AO PAÍS MAIS VERTICALMENTE EXTENSO DO MUNDO

     Que eu conheço, "humildemente" eu devo ser a pessoa mais suspeita a falar do Chile. Sonhei desde criança conhecer esse país, quando pude, juntei cada centavo em prol desse sonho. E o realizei.

     Para essa matéria não tenho tantas fotos, não tinha tanta "maldade" de sair fotografando e filmando tudo e todos que estavam comigo. Saí do Brasil rumo ao Paraguay, onde pelo Facebook, um amigo que considero irmão, mandou uma mensagem, na verdade um ultimato, eu teria que ir ao Chile, pois estava no meio do caminho e caso não fosse, não falaria mais comigo. Eu tinha alguns dólares no bolso, poucos reais e um sonho de conhecer esse país. Então, fiz as malas... Amanhã atravessaria a Argentina rumo à Santiago.


Saindo de Mendoza


     O caminho de Mendoza/Arg até Santiago/Chi é relativamente pequeno, sentado em um ônibus por umas 8 horas, é possível ver os Andes e contemplar uma beleza natural sem precedentes, tudo é montanhoso, as águas são verdes ou azuladas, o céu é azul e se encontra com a neve na ponta das montanhas, os ouvidos cantam, a cabeça doe. Em Mendoza, Argentinos e Chilenos, se misturam, mas a maneira que falam deixa sempre claro quem é quem, é possível ouvir os chilenos falando tão rápido e com tantas gírias, que meu espanhol quase se perde, muitas vezes confunde até eles próprios.


Paisagem em Mendoza/Arg

Ai se eu te pego!

     Se teve uma música que eu ouvi nessa viagem, foi "Ai se eu te pego", de Michel Teló, e quando eu falava que era brasileiro, já olhavam com uma cara "esperta" e cantavam a música, como se todo brasileiro gostasse de Michel Teló. Mas, muitas músicas marcaram essa viagem, quando ouço "Solamente tú" de Pablo Alborán, sinto nostalgia, na Argentina a febre eram os "malditos" Wachiturros, estavam por todas as partes e no rádio de todos os Argentinos. Haviam campeonatos na TV Argentina pra saber quem dançava melhor o "wachiturro", não sei se saber dançar isso, pode ser considerada necessariamente uma vitória.



Já a música "Natural" do grupo de rap chileno, Movimiento Original, é indescritível, agradável e usa de uma letra e melodia, capazes de transformar pacificamente o dia de quem ouve. O clipe abaixo tem uma introdução, então a música demora um pouco pra começar.


"Por que yo se que tu sabes 
Quieres, puedes, tienes todo el poder 
Debes hacer caso al latido de tu corazón..."


Natural - Movimiento Original

Los Caracoles

     Antes de chegar ao Chile, uma imagem assustadora, imponente, uma descida de mais de 700 metros chamada Los Caracoles, sem mureta de proteção, sem placas. Enquanto meu ônibus descia, uma senhora ao meu lado conta dos acidentes que já aconteceram. Adrenalina a mil. O percurso é demorado, quem passa por lá pela primeira vez sente calafrios, o corpo sua e a mente pensa em acidente. A história da senhora ao meu lado reforça o medo.


Caro Santiago de Chile


     Logo, ao chegar em Santiago, me deparo com a primeira dificuldade, entender a moeda e o quanto as coisas custam, em poucas horas, o dinheiro que estava em um dos meus bolsos, foi pulverizado, mas, as coisas pareciam ser tão baratas, como um café da manhã, um almoço com refrigerante, duas chamadas telefônicas e uma hora de internet numa lan-house me levaram quase 150 reais? Pois é, o Chile é caro! 

     Chegando na capital chilena, vejo a periferia, casas coloridas, feitas de madeira, em locais montanhosos, muitas, muitas pedras, o país em sua grande maioria é de clima árido, a parte norte é mais seca, o sul é de clima mediterrâneo, ambas regiões possuem paisagens maravilhosas, inesquecíveis.

     Embora comprar alimentos e serviços seja caro, por outro lado, comprar roupas, acessórios, tecnologia é extremamente barato. Roupas de marcas conhecidas internacionalmente, tecnologia de ponta, chegam a custar até menos da metade do que se compraria no Brasil, até mesmo em tempos de dólar elevado.


Beleza


     Tive a grande honra de conhecer o Vale do Elqui ou Vale do Coquimbo, percursor da aclamada bebida Pisco, simbolo da identidade Chilena. Meses após o acidente com os 33 mineiros chilenos, que ficaram presos no subsolo, lá estava eu numa mina subterrânea, arriscando o medo de ser mais um mineiro (No meu caso um mineiro de Minas Gerais). Uma experiência sem igual, um medo estranho, percebido como a sensação de ter sido enterrado vivo.



     
Interior de uma mina em vale del Elqui

Vale do Elqui
     A cidade de Coquimbo é uma das maiores cidades do país, juntamente com La Serena, estão extremamente perto e situadas na província de Elqui, que faz parte da IV região. Juntas formam a quarta região mais povoada do Chile, com belíssimos atrativos culturais, musicais, uma organização e infra-estrutura invejáveis aos vizinhos no continente.




Olhando um sonho de criança

Entradas para o Observatório Cruz del Sur
     Crianças sonham com várias coisas, umas fáceis de se realizar outras absurdas como num filme de ficção científica, um sonho que eu me orgulho até hoje de ter tido até 17 anos, foi o de ser astrônomo, hoje não mais, apenas sou um espectador admirado com o Universo, suas belezas e possibilidades. Mas sempre desejei conhecer um observatório astronômico, conhecer uma universidade que tivesse um campus nessa área. Pude então conhecer o Observatório Cruz del Sur, na cidade de Combarbalá, uma das experiências da qual é impossível esquecer. Indo lá, é possível assistir palestras, conhecer o planetário e fazer observações através de telescópios.


Observatório Cruz del Sur

Iglesias

     Uma das maiores obras da América Latina, está no Chile, a conhecida Cruz del Tercer Milenio, com 120 metros de altura, sua estrutura tem mais altura que o Cristo Redentor do Rio de Janeiro, na fachada da igreja tem uma estátua em homenagem ao Papa João Paulo II.

Iglesia de Guyacan

     Essa igreja foi projetada por Gustave Eiffel, sim, o mesmo que projetou a Torre Eiffel, que hoje é o maior simbolo de Paris. É uma pequena igreja quase que de frente ao mar, totalmente feita de metal e recebe cuidados mais que especiais por conta dos efeitos da maresia. 


La Cruz Del Tercer Milenio

     Com o objetivo de fomentar o desenvolvimento econômico da região, através do turismo religioso, da antiga cidade portuária de Coquimbo no Chile foi construída por ocasião da virada do novo milênio um monumento no ponto mais alto da cidade. A maior Via Sacra do mundo foi feita após a visita de João Paulo II ao Chile, em 1987, para colher os frutos da visita papal. Em 1998 a “Fundación Cruz del III Milênio”.

     A igreja tem forma de uma cruz feita em concreto aparente. Com 92m de altura a edificação tem braços laterais que podem ser visitados através de um elevador onde temos a visão panorâmica da cidade banhada pelo Oceano Pacífico.

La Cruz del Tercer Milenio



     

Na lista


     Essa viagem em sua totalidade contabilizou aproximadamente 10 mil Km com ida e volta, de tudo isso, não consigo descrever o Oceano Pacífico até hoje, já tentei contar como é para vários amigos, mas, é preciso presenciar pra saber que existe uma diferença, ainda não sei qual, mas sei que existe. Queria uma foto do por do sol nele, mesmo indo lá outras vezes depois, nunca tive a oportunidade de tirar uma foto do Oceano Pacífico.

     Na lista, consta que eu gostaria de conhecer Valparaíso, falo pra todos que lá é maravilhoso, porque ouvi dizer que é, mas meus pés nunca tocaram essa cidade, quero cantar no karaokê outra vez, quero me sentir um estrangeiro, mas ao mesmo tempo me sentir em casa, quero vinho, pode ser dos mais baratinhos de supermercado, quero levar meu "chanchito" comigo, quero uma foto do Oceano Pacífico. 





     Literalmente tenho o prazer de dizer com todas as palavras que eu me sinto em casa nesse país, que mesmo já tendo ido, esse lugar ainda faz parte dos meus sonhos, meus amigos chilenos me dão a liberdade e eu sinto a liberdade de dizer que sou um pouquinho chileno também. Como não ser grato a essa nação de me acolheu com os braços abertos e cheia de experiências das quais nunca poderei me esquecer.



Fontes:
Arquio pessoal
La cruz del tercer milenio - http://caminhosdosuldamrica.blogspot.com.br/2011/09/cruz-do-terceiro-milenio-em-coquimbocl.html













Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário